IIS participa do Programa de Territorialização e Aceleramento dos ODSs

Em Webinar realizado no mês passado, foram apresentados os resultados do Diagnóstico Situacional ODS de Ilhabela e da Avaliação Rápida Integrada do PPA Municipal à Luz dos ODS.

Promovido pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com a Petrobrás, o Programa de Territorialização e Aceleramento dos ODSs capacitou representantes da sociedade civil organizada, de governos e do setor privado para que se tornem multiplicadores dos ODS – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, implementando um plano de trabalho local com base na Agenda 2030.

O Instituto Ilhabela Sustentável participa da iniciativa e seu diretor executivo, Carlos Nunes, coordena o GT Agenda 2030 no município, ao lado de Natalie Cardoso, atuando de forma local na continuidade das ações do programa. 

No início de fevereiro, o grupo participou de um seminário técnico, em formato Webinar, onde foram apresentados o Diagnóstico Situacional ODS de Ilhabela e a Avaliação Rápida Integrada do PPA Municipal à Luz dos ODS. O encontro também contou com a presença de representantes do poder público municipal.

O Diagnóstico Situacional ODS do Município analisa uma série de indicadores oficiais locais de forma alinhada às Metas previstas nos ODS para serem alcançadas até 2030. Nesse estudo, são levantados e analisados indicadores municipais dos últimos 8 a 10 anos, relacionados à pobreza, proteção social, saúde, educação, saneamento básico, igualdade de gênero, trabalho e renda, economia, resíduos sólidos e segurança pública. Para ver o diagnóstico de Ilhabela, clique aqui.

A Avaliação Rápida Integrada de PPA faz uma análise do atual Plano Plurianual do município, alinhando seus programas e metas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável a avaliando quais área necessitam de maior atenção e investimento. Para conferir a avaliação de Ilhabela, clique aqui.

A ação foi realizada em todos os municípios do Litoral Norte e em dezenas de cidades brasileiras e o foco da iniciativa é ampliar as capacidades locais dos municípios para fortalecer o desenvolvimento econômico, social e ambiental dessas cidades, com base na Agenda 2030.

Por aqui, o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Xico Graziano, anunciou na última reunião do CMMA que o município pretende institucionalizar a agenda 2030 e, inclusive, designou um responsável pelo tema.

Post a comment